EUA: Sabonetes antibacterianos na berlinda

lavar-as-maosO FDA (órgão americano que regulamenta alimentos e medicamentos) publicou no ultimo dia 16 uma regulamentação acerca dos produtos antibacterianos para higiene das mãos e corpo.

O FDA pede que os fabricantes demonstrem a segurança e efetividade dos produtos que contem germicidas e, por incrível que pareça, existem boas razões para isso.

Poucas evidências científicas sustentam que os produtos antibacterianos são mais eficazes que os sabonetes comuns na hora de eliminar os germes que podem causar doenças. Além disso, pesquisas sugerem que o seu uso pode colocar a vida das pessoas em  risco, alerta o FDA.

A maior parte dos sabonetes antibacterianos contem em sua formula o triclosan, o triclocarbono ou o  chloroxilenol. A preocupação do FDA acerca da utilização de germicidas onde não é essencial é algo que nos hospitais conhecemos bem: o uso pode levar as bactérias a ficarem resistentes aos antibióticos. Já falamos sobre isso aqui.

Além disso, o próprio agente químico por ser nocivo ao organismo, alterando a produção de hormônios importantes e favorecendo a excreção dos compostos na urina e até no leite materno. O FDA vai além, em crianças e adolescentes, as substâncias presentes nos sabonetes antibacterianos pode estar associada a alterações na tireoide, no sistema reprodutor e no crescimento e desenvolvimento.

As novas regras

Se aprovada, a proposta do FDA é que até 2016 todo produto fabricado com a finalidade de eliminar bactérias seja tanto efetivo quanto seguro e que isso deve ser comprovado pelas empresas que produzem. Os produtos que não atenderem aos padrões deverão ser reformulados ou terão que retirar de seus rótulos a categoria de sabonetes bactericidas.

Aqui no Brasil a PROTESTE (aqui) já provou que muitos sabonetes deixam a desejar quanto a ação antibacteriana.

Para mais informações leia:

http://www.fda.gov/NewsEvents/Newsroom/PressAnnouncements/ucm378542.htm

http://www.fda.gov/ForConsumers/ConsumerUpdates/ucm378393.htm

Mari Liborio, enfermeira, mestre em Ciências da Saúde e especialista em Controle de Infecção.