O poder do “muito obrigado” sobre a sua saúde

Boa saúde.

Sem remédios? Sem dietas? Sem terapias? A resposta é sim. E o caminho pode estar nas emoções positivas, em especial a gratidão.

Robert Emmons, um dos maiores estudiosos da gratidão como virtude indispensável a boa saúde, prova que os benefícios de uma atitude grata impactam a saúde física, mental e em  todos os nossos relacionamentos.

O pesquisador afirma que já estudou mais de mil pessoas com idades entre 8 e 80 anos e o resultado é uma afirmação categórica: pessoas gratas são mais saudáveis.

Os benefícios associados à gratidão incluem:

  • Melhora do sistema imunológico
  • Menos dores no corpo
  • Pressão arterial controlada
  • Melhor autocuidado
  • Melhor padrão de sono
  • Aumento de sensações como prazer, alegria e otimismo
  • Menor sensação de solidão

 É possível ser mais grato?

O pesquisador estabeleceu alguns caminhos para treinar e estimular pessoas a terem uma visão grata sobre a vida em todo seu aspecto e aqui eu listo os que considero mais importantes:

  • Manter um diário de motivos para ser grato. Lembre-se detalhadamente de todas as coisas que tem dado certo, das pequenas as grandes e agradeça.
  • Lembre-se das coisas ruins que já passaram. Olhar para traz pode ajudar a ver o quanto a situação atual é digna de gratidão.
  • Ore em agradecimento, relembrando tudo de bom que já foi conquistado e mantendo a esperança de que, mesmo o que não saiu do jeito esperado, pode sim cooperar para o seu bem.
  • Assuma um compromisso consigo mesmo de ser grato. Mesmo nos momentos difíceis.
  • Vigie o seu falar. Há poder nas palavras e aquilo que é declarado gera uma reação. Levamos a nossa mente a acreditar no fracasso quando a convencemos com as nossas próprias palavras que ele é real em nossa vida.
  • Exercite a gratidão em atitudes práticas, começando pelo sorriso e pelo tradicional “muito obrigado”. Ambos sinceros, claros.

 

De uma maneira geral, pesquisas assim são excelentes para trazer as claras verdades presentes no livro milenar mais vendido do mundo – a Bíblia.

Deixo aqui um conselho valioso presente nela. Algo que os pesquisadores da atualidade começam a valorizar, mas que já foi ensinado há séculos.

 

o

 

 

Mari Liborio, enfermeira, mestre em Ciências da Saúde e especialista em Controle de Infecção.