Repelente: posso confiar?

130508_InsectRepellent-Borel.jpg.CROP.article568-largeJá falamos aqui que a dengue infelizmente está de volta a nossa linda Santos. Uma pena, já que a história se repete quase todos os anos… Nessa época me perguntam muito sobre o uso de repelentes e sobre a segurança e competência deles em manter os mosquitos (não só o da dengue) bem longe de nós. Mas afinal, dá pra confiar neles?

 Como agem

Nós naturalmente atraímos mosquitos através da nossa transpiração e de nossos odores naturais. O que o repelente faz é basicamente confundir os mosquitos que se aproximam de nós ao bloquear os receptores localizados nas antenas dos insetos. Incrível, não? Literalmente essa confusão faz com que o bicho não saiba onde picar e desista de nós. Ao menos por um tempo.

Na teoria parece bem interessante mas nem tudo são flores… Há muitas, muitas espécies de mosquitos e os repelentes funcionam de maneira seletiva, ou seja, não existe um produto que de cabo de todos os insetos do universo. Apesar disso, usar repelente é bastante interessante pois basta que ele espante os insetos mais comuns e já sairemos no lucro.

Do que são feitos?

Geralmente os repelentes contem substancias como a picaridina, DEET ou IR3535.  Esses compostos químicos presentes nos repelentes industrializados podem garantir uma proteção que varia de 2 a até 8 horas, sendo muito superior a receitas naturais como as feitas a base de citronela, cravo ou álcool. Mas vale ressaltar que a eficácia não depende apenas da formulação mas também da aplicação: uma dose generosa em todas as áreas expostas, lembrando de reaplicar a cada 2 ou 3 horas, mais ou menos como fazemos com o filtro solar.

Vitamina do complexo B, alho e própolis

Apesar da crença de que tomar suplemento de complexo B, comer alho ou tomar própolis ajuda a repelir naturalmente os mosquitos, as evidências científicas não comprovam essa teoria. Sendo assim, já que os repelentes são seguros, eficazes na maior parte das situações e muito acessíveis, use e abuse!

Sol e repelente

Se estiver exposto ao sol, não se esqueça de também usar o filtro solar. Nesse caso passe-o primeiro e aplique o repelente depois.

Preço

Ainda que eventualmente variem de região para região, uma busca no Shopping UOL retornou esses valores:

repelentes

 

 

Mari Liborio, enfermeira, mestre em Ciências da Saúde e especialista em Controle de Infecção.